domingo, maio 03, 2009

Arrastão do Martim Moniz: os suspeitos do costume


39 comentários:

jrd disse...

Como diria Sir Conan Doyle: Elementar, meu caro Pedro Penilo.

CRN disse...

E a vergonhosa situação que atravessamos, também é culpa do PCP!
Que à grande maioria dos Portugueses nunca lhes tenha tocado o euromilhões, isso de certeza qué também é culpa do PCP!

A revolução é hoje! (provavelmente por culpa do PCP)

Pedro Bala disse...

Muito bom. Parabéns, Pedro. Grande trabalho.

Abraço,

Rádio Moscovo

Júlia Coutinho disse...

Pedro, deixemo-nos de desculpabilizações. Mesmo com provocações, mesmo com motivações... nada justifica os insultos e as agressões.
E o mais correcto teria sido que a CGTP apresentasse de imediato um pedido de desculpas.
E se tivesse sido ao contrário? Se fossem elementos do PCP a serem agredidos e insultados?
É lamentável tudo isto.
Como se pode aspirar a um dia as duas centrais sindicais festejarem juntas o 1º de Maio ?

Pedro Penilo disse...

Júlia

O que me parece repugnante é esta súbita alegria (e dotes adivinhatórios) em identificar politicamente os agressores "como militantes do PCP", pior, como "o PCP". De repente, alguns cavalgam a provocação montada pelo PS e os seus estúpidos resultados para, com desonestidade, atribuírem as agressões "ao PCP".

Ninguém recorda que a reacção de desagrado pela presença do candidato foi generalizada; que nas imagens televisivas aparece um conhecido militante do Bloco a enfrentar o candidato; que no cordão de segurança que se formou à volta do candidato estavam - esses sim, identifícáveis, por que os conheço - dirigentes sindicais, militantes do PCP.

O PCP não tem de pedir desculpas (diz-me tu, Júlia, os nomes e as moradas dos agressores...!).

Compreende-se que a CGTP apresente desculpas, apenas na medida em que tem algum grau de responsabilidade pelo espaço, pela iniciativa e pela segurança dos convidados. E a CGTP, nessa medida, apresentou-as.

Finalmente, não tenho nenhuma aspiração a que a CGTP comemore o 1º de Maio com a UGT. Não faz parte dos meus sonhos um 1º de Maio harmonioso e inócuo, que sirva só para comer sardinhas. Pelo menos, enquanto a UGT fôr isto...

Pedro Penilo disse...

Ainda isto, Júlia:

Uma agressão física é matéria de polícia, responsabiliza o seu autor. A nenhuma organização, grupo ou outrem são exigíveis desculpas por uma agressão praticada por um indivíduo adulto e responsável. Excepções: pais de crianças menores e organizações que apelam à violéncia.

O PCP tem uma história digna (da qual, Júlia, também fizeste parte) e não instiga ninguém à violência física. A frase "não respondas a provocações" faz parte das recordações mais antigas da minha aprendizagem comunista.

Sou militante do PCP. Um insulto ao PCP é um insulto que me inclui. Não tenho de pedir desculpas por actos que não cometi, logo, o PCP também não tem.

E tu, Júlia? Pedes desculpa ao PS enquanto simpatizante da CGTP e participante das suas manifestações?

samuel disse...

Hoje o "Pivot" trabalhou para o Pulitzer!
O autor do "Pivot", com aquela resposta sobre não sonhar com um 1º de Maio da treta, também!

Grande abraço!

Cid Simões disse...

O SIS já identificou um árabe membro da Al-qaeda disfarçado de sueco com o cabelo loiro. Bin Laden já apresentou desculpas.

CS disse...

Última hora! O BE reivindica as agressões e afirma que a cor do cabelo do terrorista é natural. Trata-se de um seu militante e vai apresentar desculpas.
Bin Laden já retirou as desculpas.

Susete Evaristo disse...

Olá Pedro
Ainda não conhecia este teu blogue que a partir de hoje figura na lista dos que recomendo.
Desculpa ter publicado sem pedir a devida autorização dos teus últimos trabalhos no meu blogue desconhecia a autor pois enviaram-mos por email.
Foi a Maria que me alertou, mas agora creio que não te irás importar tê-los publicado.
Passoa a ser vizita asidua
Um abraço

Pedro Penilo disse...

Cara Susete:

os bonecos estão aí: é só levar! É fácil, é barato, só não dá é milhões...

Um abraço

Orlando Gonçalves disse...

Pedro:
"Não responder a provocações". Desde jovem e tal como tu, vivi e vivo intensamente a política. A "escola" que tive foi a JCP. E das primeiras coisas que me recordo foi exactamente dessa frase. Foi algo que me marcou na juventude, a tolerância para com os outros e sobretudo o sentido de responsabilidade que a nós jovens nos tentaram sempre incutir. Lembro-me de muitas reuniões em que participei em que estavam presentes muitos daqueles que hoje, não fazendo parte do partido, tiveram atitudes, que no meu ponto de vista não respeitavam o colectivo. Existem sempre aqueles que gostam de impor as suas ideias aos outros e quando elas não são sufragadas pela maioria, ficam amuados e dizem que não há liberdade. São esses hoje em dia, que a nós comunistas nos chamam de sectários, de totalitários. A cultura democrática de certos dirigentes políticos, é tão baixa, que vai ao ponto de "forjar" acontecimentos para assim tirarem os respectivos dividendos. Vê como as sondagens hoje dos jornais dão quase a maioria absoluta ao PS e à CDU a votação que lhe é habitual, em contraponto com uma subida para o dobro do BE. Tudo faz parte de uma estratégia. Vou continuar tal como aprendi desde muito novo a "Não responder a provocações" e espero que o nosso partido não responda a esta grande provocação NÂO PEDINDO DESPULPA de uma coisa que não lhe diz respeito (eu pelo menos não fui convocado pelo partido) e faço notar desde já que se tal aconteceu fico triste porque então tenho de concordar com aqueles que dizem que não existe liberdade de informação dentro do PCP, é que ao meu colectivo não chegou informação que tal coisa se iria passar. Eu por exemplo teria proposto que em vez de umas goticulas de água, fossem atiradas pétalas de rosa vermelhas, que serviriam de passadeira para esse senhor passar.

Orlando Gonçalves disse...

Pedro
Com tanto discurso esqueci-me de te dar os parabéns por mais este excelente pots. PARABÉNS.

Pedro Penilo disse...

Um abraço, Orlando, "colega de escola". Ainda bem que estamos todos com vontade de escrever, mesmo que por muito más razões. Gostei do teu texto.

Miguel disse...

Lindo!

O blogue já está nos favoritos.

Abraço

Crixus disse...

É bom ter alguém como o Pedro, capaz de sintetizar tão bem o que se passou no Arrastão do Martim Moniz

Aristides disse...

Fantástico! Acabei de o postar no meu blogue. Eu sei que não te importas.
Obrigado pelos bonecos e grande abraço!

RitaPereira disse...

ALIÁS EU DIRIA MESMO: foi o PCP que solicitou a presença de Vital Moreira no desfile do 1º de Maio, sabendo das reacções populares que se seguiriam!

E eu como militante da JCP e do PCP, e a ver esse tal Senhor Vital (ai mãe, que esforço para respeitar quem não respeita os trabalhadores na rua) a passear-se na nossa frente.

Oh pa, por favor, de provocações deste género está cheia a história do nosso Partido. Mais uma que só vem demonstrar que temos impacto e que estamos a incomodar alguém. Por que razão será? Hummm ficamos a pensar. E não é preciso muito.

Continuação de óptimo trabalho! :)

Pedro Penilo disse...

Mas que rica caixa de comentários - isto já parece um blogue a sério...

Obrigado a todas e a todos.

João Filipe Rodrigues disse...

Hoje decidi dar sinal da minha presença neste blog.

Um abraço

ZERO À ESQUERDA disse...

Não sei se isto vai sair repetido, mas se sair melhor ainda:

O Vital e os outros Vitalícios não têm um pingo de vergonha nas ventas. Parabéns pelo Blog. Obrigado, Samuel, pelo empurrão. Fico cliente.

Mar Arável disse...

Bom trabalho

Força

Anónimo disse...

Boa malha!

Ass.: Outro sportinguista (e não só).

Pisca disse...

Caro Pedro
Obrigado por este blogue, descoberto via 5 Dias
Já está nos favoritos

Fantástico

Quanto à personagem, "peço desculpa"

.....

mas provoca-me vomitos e urticária, se tiver febre pode ser a Gripe (Xuina), ou será Mexicana ?

anamarta disse...

Lindo! Passei por aqui e gostei tanto que vou voltar sempre!
Um abraço

pedras contra canhões disse...

Os cães ladram, a caravana passa. mas por que motivos quiseram ferrar-nos com tanta força os dentes?

um abraço, pedro e bom trabalho!

poesianopopular disse...

Olá Pedro!
Será que eles esquecem que, nós sabemos que, isto está tudo ligado?
Pois é...é preciso fazer teatro para a DESinformação, poder cumprir a sua missão.
Abraço grande

zé lérias disse...

Melhor, nem por encomenda!
Parabéns meu amigo.

Clyde disse...

A 23 de Maio de 1934, uma patrulha de agentes policiais conseguiu atrair Bonnie & Clyde para uma emboscada numa estrada poeirenta da Louisiana, onde foram assassinados a sangue-frio.

Na América dos anos 30, da Grande Depressão e das Vinhas da Ira, Bonnie & Clyde, através dum conjunto de assaltos audaciosos a bancos, bombas de gasolina e lojas, conseguiram captar a imaginação do povo americano, tornando-se ícones duma contra-cultura de insubmissão e resistência.

75 anos depois, o FBI divulga 1000 páginas sobre o mais famoso casal de gangsters. O mesmo FBI que só foi capaz de emboscar e assassinar Bonnie & Clyde, através da clássica delação de associados menores...

Nocturna disse...

Por onde anda o Pivô, que não nos diz nada ?
Volte , faz-nos falta !
Vou passar aqui todos os dias e gritar por si. Juro !
Um abraço saudoso
Nocturna

Pedro Penilo disse...

Ó, Nocturna, tenha dó de um pobre cartoonista que foi abandonado á porta de um barbeiro quando era pequenino e tinha de roubar carteiras para alimentar a madrasta derivado duma ostopoliomielite detectada ainda...

Beijinhos

Nocturna disse...

Olha quem chegou !
Bela história da "desgraçadinha".
Bom, eu espero mais um bocadinho, mas depois passo por aqui a chama-lo. Nem que eu tenha que ir ao barbeiro à sua procura.
Um grande abraço

Anónimo disse...

Junto o meu protesto ao da oradora precedente!
QUE VAI SER DE NÓS?
Pronto, a gente compreende...
Um abraço

Pedro Gama disse...

excelente cartoon! parabens!

Nocturna disse...

Aqui estou eu a chamar o Pivô !!
E chamo também em nome do "Anónimo" acima.
Parece que somos só dois, mas somos dos bons.
Um abraço, «colega de escola», parece-me

samuel disse...

Tomei a liberdade de invadir a privacidade do "Pivô" com a atribuição de um prémio.
Levantável aqui:

http://samuel-cantigueiro.blogspot.com/2009/06/premio-lemniscata.html

Abraço.

J.S. Teixeira disse...

Vejam o meu mais recente artigo acerca das novas patranhas do Ministro Mário Lino e do Ministério das Obras Públicas no blogue O Flamingo.

J.S. Teixeira disse...

Os trabalhadores da Autoeuropa não vergam perante nada. Vejam o artigo no blogue O Flamingo.

Graciete Rietsch disse...

Só hoje encontrei este blog. Gostei tanto que vou já pô-lo nos meua favoritos.

Um abraço.