sexta-feira, fevereiro 27, 2009

António Chora: 250 é o preço do sindicalismo moderno



O Tempo das Cerejas descobriu a preocupação geral aqui, mas também há aqui e aqui.

5 comentários:

Cid Simões disse...

Estou em greve de preocupação e isso preocupa-me.

filipe disse...

Pois é assim, como dizes, camarada Pedro. Curioso, como se estabelece o arco político entre os praticantes deste "sindicalismo" da conciliação de classes.
E depois, este a "chorar", o zé de Lisboa a "alinhar", o "miguel" na U.E. a "europeizar", o "francisco" na conven(nia)ção deles a perorar sobre a "grande" esquerda, que lindo ramalhete fazem juntos.
Enfim, apesar destes "pesares", a luta justa continua, já de novo no 13/3!
Abraço fraterno.

samuel disse...

Quem não Chora não mama!

Abraço

Luis Rocha disse...

Este Chora ainda vai parar ao CDS.

Creio que no Bloco ainda há quem repudie este capataz dos patrões.

Orlando Gonçalves disse...

Como sempre uma grande visão. Este Chora não engana ninguêm. É bom ter mordomias. Grande, grande Post oh Pedro.
Abraço